sexta-feira, 29 de novembro de 2013

Resenha: A Casa Negra

Livro: A Casa Negra
Autor: Stephen King
Editora: Suma de Letras
Compre: Saraiva
Sinopse: Vinte anos se passaram e Jack Sawyer não é mais um menino. Aos 32 anos, não se lembra dos acontecimentos terríveis que o levaram, quando tinha apenas 12, a um estranho universo paralelo - os Territórios. Em busca de um valioso talismã, o pequeno Jack enfrentou inimigos perigosos e situações de grande risco, tudo para salvar a mãe desenganada.

Hoje, Jack é um detetive de Los Angeles aposentado e mora no vilarejo de Tamarak, no estado norte-americano de Wisconsin. Um estranho acontecimento forçou-o a deixar a polícia há algum tempo, e ele vive tranqüilo, protegido das recordações perigosas. Mas sua tranqüilidade está prestes a acabar.

Uma série de assassinatos macabros no oeste de Wisconsin faz com que o chefe de polícia local, amigo de Jack, lhe implore para ajudar a polícia inexperiente a encontrar o assassino. Em algum ponto do universo parece estar escrito que Jack terá de voltar aos Territórios. Atormentado por mensagens enigmáticas que lhe aparecem como que em sonhos, Jack decide enfrentar o desafio e acertar as contas com seu próprio passado.

Em A Casa Negra, aguardada seqüência de O Talismã, grande sucesso de Stephen King e Peter Straub, Jack Sawyer precisará encontrar forças para entrar em uma casa medonha, perdida em uma floresta, e enfrentar os males insanos que a habitam. Jack não se recorda dos tormentos que teve que enfrentar quando menino, mas, de alguma forma, sabe que o pior ainda está por vir.


"Uma brilhante fantasia de terror que os fãs dos autores vão amar. A energia desta história é tão poderosa, seu enredo tão bem desenvolvido, que os leitores vão desejar que o livro tivesse o dobro do tamanho." - Publishers Weekly

Resenha: Acima de qualquer outra característica que eu possa ressaltar A Casa Negra é um livro sombrio, trata sobre as sombras que podem cercar a vida de uma pessoa até deixa-la completamente desequilibrada, trata sobre as sombras que permeiam seres humanos cruéis que fazem atrocidades por prazer, trata sobre como as sombras podem tirar a sanidade de um homem com o passado parcialmente esquecido, trata das sombras de criaturas repugnantes e sobre o mar de sombras que existe nesta e em outras dimensões que estão ruindo aos poucos.

A escrita de A Casa Negra é um pouco monótona no inicio o que a deixa cansativa nos primeiros capítulos, porém após dessa fase, a leitura flui de forma envolvente e fácil. O livro é bem descritivo e explicativo, e mesmo que a história seja um mistério total no principio, é difícil se perder nos acontecimentos presentes. A Casa Negra é uma continuação (o primeiro livro é O Talismã) e isso pode contribuir para se perder um pouco na história, mas os flashbacks ajudam muito a entender pelo menos o básico para que o livro possa ser compreendido.

Jack Sawyer é um policial aposentado ainda na casa dos trinta anos, recém-mudado de Los Angeles para uma pequena cidade no estado de Winsconsin. Durante algum tempo ele pode usufruir calmamente de sua aposentadoria precoce, até que crimes passam a causar desespero à população na pacata cidade. Um psicopata que passa a ser chamado de Pescador aterroriza as famílias de Frenching Landing com crimes cruéis.

Em dado momento do livro a violência vem com força total, cenas brutais com os bons e velhos elementos nojentos, sangue e entranhas e principalmente o gostinho de se ter que ler a cena novamente, pois tudo está acontecendo muito rápido.

Dale o delegado da cidade, Henry um grande amigo e Fred, um homem que acaba de sofrer nas mãos do Pescador, insistem muito para que Jack Sawyer os ajude – sua experiência já foi muito útil no passado – e Jack aceita, mas não pela insistência dos amigos e sim por acontecimento e lembranças que vem tendo desde o primeiro assassinato.

O Pescador na verdade é apenas uma fachada para um mal muito maior e além da compreensão humana, Jack então terá que contar com a ajuda de pessoas muito incomuns e terá também que se encontrar com amigos de sua infância conturbada e misteriosa em um mundo conturbado e misterioso.

O suspense é o forte do livro o que permite uma narração com surpresas que explica muito bem o que é necessário, mas não deixa de lado a ansiedade em se descobrir o próximo passo das personagens o leitor tem muitas surpresas durante a leitura com certeza.


Detalhes: 
Encadernação: Brochura
Formato: 16x23cm
Número de páginas: 476
ISBN: 
 9788581050331
Autor: Stephen King
Editora:Suma de Letras
Idioma: Português
Gênero: Ficção

Aline Lima

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sobre Nós

PaperTowns

Criado em Março de 2013, o The Paper Towns surgiu como um simples blog voltado para o mundo da literatura. A proposta do The Paper Towns é, sem dúvida, criar entretenimento literário diversificado e diferenciado para seus leitores. Temos como objetivo, informar, dar opiniões, resenhar, tudo relacionado com o mundo literário.




Facebook

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *