sábado, 4 de janeiro de 2014

Resenha: Carrie, a Estranha

Livro: Carrie, a Estranha
Autor: Stephen King
Editora: Suma de Letras
Compre: Saraiva
Sinopse: Carrie, a estranha narra a atormentada adolescência de uma jovem problemática, perseguida pelos colegas, professores e impedida pela mãe de levar a vida como as garotas de sua idade. Só que Carrie guarda um segredo: quando ela está por perto, objetos voam, portas são trancadas ao sabor do nada, velas se apagam e voltam a iluminar, misteriosamente.

Aos 16 anos, desajustada socialmente, Carrie prepara sua vingança contra todos os que a prejudicaram. A vendeta vem à tona de forma tão furiosa e amedrontadora que até hoje permanece como exemplo de uma das mais chocantes e inovadoras narrativas de terror de todos os tempos.

Com tantos ingredientes de suspense, Carrie, a estranha logo se transformou num enorme sucesso internacional e passou a integrar a mitologia americana. Ao ser transportado para as telas, em 1976, pelas mãos de Brian de Palma, teve a atriz Sissy Spacek e John Travolta em seus papéis principais. Agora, a nova versão cinematográfica, lançada em dezembro de 2013, é estrelada por Julianne Moore e Chloë Moretez.


"Você sentirá calafrios" - New York Times

Resenha: Na cidade de Chamberlain, no Maine, Carrie White mora com sua mãe Margaret White, uma fanática religiosa, que priva sua filha de tudo. Carrie é uma garota recatada, tímida, de aparência “estranha”.

Um dia, após o treino da escola, Carrie vai tomar banho e momentos depois se depara com um sangramento, assustada Carrie começa a gritar por ajuda, pois pensava que estava morrendo de hemorragia, sendo que estava tendo sua primeira menstruação, é nesta situação que as cruéis colegas de Carrie começam a rir e lhe jogar coisas.

Momentos depois Carrie White é acudida pela senhorita Desjardin, a treinadora da escola. As colegas de Carrie são punidas com um treinamento rígido, e quem descumprir será suspensa e não poderá ir ao tão sonhado baile de formatura.

Sue Snell, uma das garotas que participou do evento no banheiro, sente-se culpada e pede para que seu namorado Tommy Ross leve Carrie White ao baile.

A rica e mimada Chris Hargensen não deixa barato sua expulsão do baile e planeja uma vingança contra Carrie.

Ao decorrer do livro Carrie descobre que consegue mover objetos com a mente, e começa a treinar mais e mais, longe dos olhares de sua mãe. O baile de formatura é clímax do livro, onde tudo acontece.

Este foi o primeiro livro que li do mestre do terror Stephen King, e foi um livro de tirar o fôlego, não conseguia parar de ler, a cada página lida era atraído pela próxima.

Stephen tem uma narrativa muito detalhada, mas em momento algum achei que ele enrolou ao contar a história. Ele tem uma forma única de escrever, de contar e desenrolar uma história.

Um livro mas que recomendado.


Detalhes: 
Encadernação: Brochura
Formato: 16x23cm
Número de páginas: 200
ISBN: 
 9788581052007
Autor: Stephen King
Editora:Suma de Letras
Idioma: Português
Gênero: Suspense

Diego J. S.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sobre Nós

PaperTowns

Criado em Março de 2013, o The Paper Towns surgiu como um simples blog voltado para o mundo da literatura. A proposta do The Paper Towns é, sem dúvida, criar entretenimento literário diversificado e diferenciado para seus leitores. Temos como objetivo, informar, dar opiniões, resenhar, tudo relacionado com o mundo literário.




Facebook

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *