sábado, 8 de fevereiro de 2014

Editora Seoman divulgou a capa do livro 12 Anos de Escravidão

A Editora Seoman, selo do Grupo Editorial Pensamento, divulgou a capa do seu mais novo lançamento, o livro 12 Anos de Escravidão, que conta a história real de Solomon Northup, cidadão de Nova York, sequestrado na cidade de Washington em 1841, e resgatado em 1853, em uma plantação de algodão na Louisiana.


Sinopse: A obra que originou o filme 12 Anos de Escravidão retrata a história de Solomon Northup, um homem negro nascido livre nos Estados Unidos, que após ter recebido uma falsa proposta de trabalho, foi sequestrado, drogado e comercializado como escravo, e passou doze anos em cativeiro, trabalhando, na maior parte do tempo, em uma plantação de algodão na Louisiana. Após seu resgate, Northup, com uma escrita simples e ágil, retrata os registros excepcionalmente vívidos e detalhados da vida de um escravo. Este é um dos poucos retratos da escravidão americana, redigido por alguém tão culto quanto Solomon Northup — uma pessoa que viveu sua vida sob a óptica de uma dupla perspectiva: ter sido tanto um homem livre como um escravo.

Talvez a melhor obra dentre todas as narrativas sobre a vida de um escravo, 12 Anos de Escravidão é um livro de memórias angustiante sobre um dos períodos mais sombrios da história norte-americana.

O livro deu origem ao filme 
12 Anos de Escravidão com lançamento previsto no Brasil para dia 21 de fevereiro. Ganhador do Globo de Ouro de Melhor Drama e indicado a 9 categorias do Oscar.

Elogios à Obra:

"Eu não podia acreditar que nunca havia ouvido falar deste livro. Tão importante quanto O Diário de Anne Frank, só que publicado cerca de cem anos antes. O conteúdo fervilhou em minha mente: o período épico, detalhes históricos, perigos, horror e humanidade... Espero que meu filme possa chamar a atenção para este importante relato de coragem. A bravura e a vida de Solomon Northup não merecem nada menos do que isso."
– Steve McQueen, diretor do Filme 12 Years a Slave (12 Anos de Escravidão)

"Se você assistir ao filme e achar que ele mostra um retrato terrível o suficiente da escravidão, por favor, não leia este livro... O filme é estupendo, mas fica aquém desta peça inestimável da História: as memórias de Solomon Northup. Sua biografia não é apenas extraordinária, mas é também um relato histórico da vida de um grande número de escravos." 
– The Daily Beast

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sobre Nós

PaperTowns

Criado em Março de 2013, o The Paper Towns surgiu como um simples blog voltado para o mundo da literatura. A proposta do The Paper Towns é, sem dúvida, criar entretenimento literário diversificado e diferenciado para seus leitores. Temos como objetivo, informar, dar opiniões, resenhar, tudo relacionado com o mundo literário.




Facebook

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *