sábado, 21 de fevereiro de 2015

Primeiras impressões do livro "A Mais Pura Verdade" de Dan Gemeinhart


Livro: A Mais Pura Verdade
Autor: Dan Gemeinhart
Editora: Novo Conceito
Compre: Saraiva
Sinopse: NUNCA É TARDE DEMAIS PARA VIVER A MAIOR AVENTURA DA NOSSA VIDA. 

Em todos os sentidos que interessam, Mark é uma criança normal. Ele tem um cachorro chamado Beau e uma grande amiga, Jessie. Ele gosta de fotografar e de escrever haicais em seu caderno. Seu sonho é um dia escalar uma montanha.

Mas, em certo sentido um sentido muito importante , Mark não tem nada a ver com as outras crianças.

Mark está doente. O tipo de doença que tem a ver com hospital. Tratamento. O tipo de doença da qual algumas pessoas nunca melhoram.

Então, Mark foge. Ele sai de casa com sua máquina fotográfica, seu caderno, seu cachorro e um plano. Um plano para alcançar o topo do Monte Rainier. Nem que seja a última coisa que ele faça.

A Mais Pura Verdade é uma história preciosa e surpreendente sobre grandes questões, pequenos momentos e uma jornada inacreditável.


Primeiras impressões: Desde minha última leitura não consigo ficar preso em um livro. Digamos que ele abalou meus sentimentos e despertou emoções que eu nem conhecia. 

Não costume ler livretos que recebo em minha caixa postal, mas este despertou meu interesse. A Novo Conceito vem fazem um trabalho magnifico com as capas de seus lançamentos, e esse foi um dos motivos que me fizeram ler.

"Isto é uma coisa que eu não entendo: porque as pessoas gostam de levar consigo uma coisa que as faz lembrar de que suas vidas estão indo embora."

Outro motivo foi o comentário da autora Holly Goldberg Sloan, e sim eu queria entrar no livro e abraçar Mark e nunca mais soltá-lo, dizer que tudo iria ficar bem e partir junto a ele e seu cão Beau para está aventura.

Gemeinhart criou uma história preciosa com personagens extraordinários, é impossível ler estes primeiros capítulos e não se apegar a Mark, seu cão e sua melhor amiga. 

"Mesmo a muitos quilômetros de distância,
um amigo ainda pode segurar sua mão
e estar ao seu lado."

Não nego que meus olhos se encheram de lagrimas em certos momentos do livro, e fico me perguntado se o começo foi assim imagina o final.

O que eu senti ao ler estes capítulos foi que "A Mais Pura Verdade" é um livro raro dentre milhares, que desperta emoções, que te emociona e te faz querer mais. 

"Como ajudar quando ajudar e ferir são a mesma coisa?"
Posso garantir que A Mais Pura Verdade é uma história linda e emocionante, que vai deixar uma marca em quem o ler, pois eu senti isso lendo os primeiros capítulos. É um livro que tem uma mensagem, e eu quero recebê la. 

*****
"- Sei. Você tira muitas fotos?
- Sim, eu gosto.
- Por quê?
Dei de ombros.
- Se lá. Acho que eu gosto... eu gosto... do sentimento de captar alguma coisa. De guardar alguma coisa."

"- É como se, sei lá, eu levasse um pedaço de vida comigo. Todas essas coisas acontecem, todos esses pequenos momentos passam por nós e vão embora. Então você vai embora. - Inspirei profundamente e expirei no vidro da janela. - Mas, quando você tira uma foto, aquele momento não passa. Você o prende. É seu. Você pode guardá-lo."

"- Sim - minha mãe respondeu, depois de um tempo. - Os cachorros morrem. Mas os cachorros também vivem. Até um pouco antes de morrer, eles vivem. Eles têm vidas lindas e corajosas. Eles protegem suas famílias e nos amam. E tornam nossas vidas mais iluminadas. E não perdem tempo pensando no amanhã. [...]"

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sobre Nós

PaperTowns

Criado em Março de 2013, o The Paper Towns surgiu como um simples blog voltado para o mundo da literatura. A proposta do The Paper Towns é, sem dúvida, criar entretenimento literário diversificado e diferenciado para seus leitores. Temos como objetivo, informar, dar opiniões, resenhar, tudo relacionado com o mundo literário.




Facebook

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *