terça-feira, 17 de fevereiro de 2015

Resenha: Trilogia dos Espinhos: King of Thorns de Mark Lawrence


Livro: Trilogia dos Espinhos: King of Thorns
Autor: Mark Lawrence
Editora: DarkSide Books
Compre: Submarino
Sinopse: Este é o meu livro favorito desta excelente trilogia, pois tudo joga contra o nosso anti-herói Jorg. As apostas são altas e as reviravoltas, perfeitas. Depois de assassinar seu tio e garantir um pequeno reino nas montanhas, o jovem Jorg agora encara um inimigo carismático e poderoso – o Princípe de Arrow –, que parece destinado a reunir o Império Destruído. A ação salta entre o presente e o passado, e nos mostra como Jorg viajou pelo império e conseguiu reunir recursos e forças para enfrentar uma batalha aparentemente impossível de ser vencida. Acompanhamos também a história pelo ponto de vista de Katherine, a mulher que Jorg deseja mais do que ninguém, e que ele está destinado a não conquistar jamais.

Apesar de Jorg continuar a ser o mais maquiavélico dos protagonistas, sem hesitação para matar, mutilar ou destruir, caso isso o ajude a alcançar seus objetivos, passamos a compreendê-lo melhor neste livro, e é impossível não torcer por ele. Ele consegue renovar e dar uma reviravolta brutal, explodindo com todas as armadilhas românticas da grande fantasia – lealdade, honra, o bem contra mal e a fé em um causa maior. Às vezes, quando você vê aquele cavaleiro branco em seu cavalo, com uma armadura reluzente e um sorriso brilhante, só quer atirá-lo no chão e dar-lhe um murro na cara dele por ser tão perfeito. Se você já teve essa sensação algum vez, Jorg é o cara.[...]


Resenha (contém spoilers)King of Thorns acontece quatro anos após o término de Prince of Thorns. É claro que Jorg é mais velho agora, mas mesmo assim ainda era adolescente. Ele não é perfeito. Ele vai cometer erros. Isso permite que o romance seja mais crível, e Lawrence escreve, um mundo escuro corajoso que os leitores de George R .R. Martin vai estar familiarizado. Ninguém está seguro, e qualquer um pode morrer. Não há clichês aqui pessoal, e King of Thorns proporciona uma leitura muito imprevisível.

Jorg agora se tornou rei de sua própria pequena porção do Império, mas ele está de olho em coisas maiores e melhores - o trono imperial. Até certo ponto, Jorg vê sua ascensão como inevitável, ele tem a combinação inigualável de astúcia e ambição, afinal. Infelizmente, nem todo mundo concorda. O primeiro problema que se coloca é o Príncipe Orrin de Arrow.

A guerra de Jorg com Orrin (e seu irmão Egan) é a trama central do livro, mas não significa que é a única. Seguindo a estrutura complexa que começou em Prince of Thorns , Lawrence divide o livro em várias narrativas. Em um deles, Jorg está defendendo sua terra, desde a invasão do príncipe Orrin. Em outro, Jorg tem uma caixa de memória mágica - cada vez que ele a abre, ele descobre algo novo a partir de algum momento de seu passado. E, finalmente, Katherine, o interesse amoroso de Jorg, narra trechos de sua própria história através de entradas de diário.

As narrativas são todas habilmente tecidas em conjunto, com todos os prazos e histórias construindo juntos a um único momento de clímax. King of Thorns é grandioso. Uma das melhores leituras de 2014, e sem duvida a melhor fantasia que li nos últimos anos.



Como Prince of Thorns, King of Thorns é acelerado, cheio de ação e impossível de largar. O final vai deixar você implorando por mais, mesmo que Prince of Thorns tenha sido grande King of Thorns é ainda maior e melhor. Eu não posso esperar para ver como isso termina. 


"Eu queria vencer. O trono era apenas a prova que demonstrava a vitória. E eu queria vencer porque outros homens disseram que eu não poderia. Eu queria lutar porque a luta estava em mim. Eu dava menos pelas pessoas do que pela pilha de bosta em que rolamos Makin."- King of Thorns


Há elementos de narrativa em terceira pessoa, no formato de diários fornecidos por Katherine Ap Scarron, que permitem que o leitor comece a aprender sobre os eventos a partir de uma perspectiva diferente do que do brilhante, mas irredimível Jorg.


Usando flashbacks novamente em King of Thorns, Lawrence consegue formar o passado e o presente numa única narrativa de uma maneira diferente de Prince of Thorns e criar uma leitura intrigante. Se você amou Prince of Thorns , então você deve ler King of Thorns. 

"Vocês têm medo de morrer? Então se apeguem a carne putrefa e decomponham-se nos intestinos da terra, se é nesta terra que a covardia os aprisiona". - Jorg Ancrath.


Uma continuação magnifica, impactante e grandiosa. Prince of Thorns é bom e King of Thorns é ainda melhor. Ninguém escreve como Mark.


Detalhes:
Título: King of Thorns
Autor: 
Mark Lawrence
Tradução: Dalton Caldas
ISBN: 
978-85-66636-24-6
Idioma: Português
Tipo de Capa: Capa Dura
Número de Páginas: 
528

Um comentário:

  1. Este livro é muito bom mesmo. Estou ansioso para encerrar a trilogia, e este ainda ainda pretendo ler Emperor of Thorns.

    bomlivro1811.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

Sobre Nós

PaperTowns

Criado em Março de 2013, o The Paper Towns surgiu como um simples blog voltado para o mundo da literatura. A proposta do The Paper Towns é, sem dúvida, criar entretenimento literário diversificado e diferenciado para seus leitores. Temos como objetivo, informar, dar opiniões, resenhar, tudo relacionado com o mundo literário.




Facebook

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *