domingo, 16 de outubro de 2016

Resenha: Pax de Sara Pennypacker



Livro: Pax
Autor: Sara Pennypacker
Editora: Intrínseca
Compre: Amazon
Sinopse: Peter e sua raposa são inseparáveis desde que ele a resgatou, órfã, ainda filhote. Um dia, o inimaginável acontece: o pai do menino vai servir na guerra, e o obriga a devolver Pax à natureza. Ao chegar à distante casa do avô, onde passará a morar, Peter reconhece que não está onde deveria: seu verdadeiro lugar é ao lado de Pax. Movido por amor, lealdade e culpa, ele parte em uma jornada solitária de quase quinhentos quilômetros para reencontrar sua raposa, apesar da guerra que se aproxima. Enquanto isso, mesmo sem desistir de esperar por seu menino, Pax embarca em suas próprias aventuras e descobertas.

Alternando perspectivas para mostrar os caminhos paralelos dos dois personagens centrais, Paxexpõe o desenvolvimento do menino em sua tentativa de enfrentar a ferocidade herdada pelo pai, enquanto a raposa, domesticada, segue o caminho contrário, de explorar sua natureza selvagem. Um romance atemporal e para todas as idades, que aborda relações familiares, a relação do homem com o ambiente e os perigos que carregamos dentro de nós mesmos.

Pax emociona o leitor desde a primeira página. Um mundo repleto de sentimentos em que natureza e humanidade se encontram numa história que celebra a lealdade e o amor.


Resenha"Pax" é a história de uma viagem. É a história de um menino e sua raposa, Peter e Pax. Uma história de amizade e lealdade e de guerra e paz.

Peter tem uma raposa de estimação, Pax, a qual ele ama muito. Como uma guerra está prestes a começar, o pai de Peter teve de partir, e Peter é enviado para viver com seu avô, e Pax é deixado para trás na floresta.

Armado apenas com uma mochila cheia de manteiga de amendoim (o favorito de Pax), 
duas laranjas, sacos de lixo (para usar como um poncho na chuva), um sua luva de basebol e mais algumas coisas, Peter decide fazer a caminhada de 300 milhas de volta para casa para encontrar Pax novamente. O Menino e a raposa são inseparáveis, eles fazem viagens paralelas em relação um ao outro na esperança de se reencontrar. O curso é difícil para Peter e Pax, mas sua ligação é tão forte que eles devem prevalecer.

A jornada de Peter e Pax vai levá-los longe de casa. Eles vão conhecer pessoas (e outras raposas), que irá mudar suas vidas, e por sua vez, também vai fazer a diferença no mundo em que vivem.

"Pax" é um livro surpreendente e tem sido o meu favorito até agora. Eu gosto de como o livro começa com Pax e Peter desfrutar de todos os aspectos da vida em conjunto e, em seguida, eles se separam. Mesmo que em algumas partes é triste, ele torna o livro mais emocionante e os sentimentos mais reais. 


A escrita de Pennypacker é viva e cheia de emoção, em poucas palavas Sara transporta você para o mundo de Peter e Pax, e desperta todas as suas emoções.

Pax é um belo livro com belas ilustrações e uma história que eu nunca vou esquecer. Foi cativante, emocionante e muito, muito triste - triste o suficiente para fazer cair algumas lágrimas.


Pax é no melhor sentido a junção de “Extraordinário” e “O Pequeno Príncipe”, é um livro sobre amizade verdadeira, família, perda e manter aquilo que te faz feliz por perto.


Detalhes:

Título: Pax
Autor (a): Sara Pennypacker
Tradução: 
Regiane Winarski
ISBN: 
978-8551000229
Tipo de Capa: Capa Dura
Número de Páginas: 288

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sobre Nós

PaperTowns

Criado em Março de 2013, o The Paper Towns surgiu como um simples blog voltado para o mundo da literatura. A proposta do The Paper Towns é, sem dúvida, criar entretenimento literário diversificado e diferenciado para seus leitores. Temos como objetivo, informar, dar opiniões, resenhar, tudo relacionado com o mundo literário.




Facebook

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *